Vem,
Te direi em segredo
Aonde leva esta dança.

Vê como as partículas do ar
E os grãos de areia do deserto
Giram desnorteados.

Cada átomo
Feliz ou miserável,
Gira apaixonado
Em torno do sol.

Jalal al-Din Husain Rumi - Poema Sufi

Faltam-te pés para viajar?

Viaja dentro de ti mesmo,

E reflete, como a mina de rubis,

Os raios de sol para fora de ti.

A viagem conduzirá a teu ser,

transmutará teu pó em ouro puro.

Morgenstern?! Ao final do Blog!


sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

A FONTE - 13 de fevereiro de 2011

Meu Amigo, meu Amado, eu sou o que você é.

Você é eu e eu sou você.
Venho me exprimir, para além das palavras, pela Vibração porque, hoje mais que jamais, seu espaço-tempo, nossos espaços e nossos tempos são chamados a se reencontrar, a se casar.
Há algum tempo, eu lhes pedi para recordar-se de sua promessa e de meu juramento.
Hoje, a hora é para o despertar do que você é.
A hora é para o fim da nossa separação.
A hora é para o nascimento de sua reunificação, em você e em mim.
Filho do Um, assim nomeado pelos Arcanjos, você é eu e eu sou você.
Nós somos Um, irremediável e definitivamente.
A hora soou.
O tempo da Luz chegou.
O tempo de seu nascimento e de seu renascimento chegou.
Meu Amigo, meu Amado, não lhe resta mais do que acolher-me como eu o acolho, a fim de viver o milagre de só uma coisa.
Porque nós somos um.
Só a Ilusão de seu tempo e a experiência, inicialmente desejada, afastou-nos.
Mas este afastamento é apenas Ilusão, porque hoje você vai tomar a plena medida da nossa reunião.
De novo, a hora chegou de percorrer os espaços da criação, porque o ateliê do tempo não tem mais razão de ser.
A hora chegou de se liberar.
A hora chegou de reencontrar-me, como eu o reencontro.
A hora chegou de iniciar a viagem.
A viagem infinita, aquela que o restitui ao que você é.
A viagem que o restitui à sua Liberdade, à sua liberação nos espaços Unificados da criação.
Meu Amigo, meu Amado, hoje.
Hoje e agora, o tempo pára.
O espaço lhe é aberto, inteiramente.
Cabe apenas a você superar, transcender, seus últimos medos.
Medo do desconhecido que, no entanto, torna-se conhecido a você.
Meus emissários estão entre você e em você.
Eu mesmo estou com você e em você.
Meu Amigo, meu Amado, a hora chegou de ir para sua Eternidade.
A hora chegou de tomar seu Veículo de Luz.
A hora chegou de reencontrar, inteiramente, nossa confiança, nossa orientação comum, nossa relação que é Liberdade.
Nossa relação que não é uma, mas que, no entanto, põe-nos em ressonância e em Alegria.
Eu, assim como você, e você, assim como eu.
Hoje, se você quer, você pode.
Hoje, se seu Coração reencontra a Dimensão original, então, nada mais tem necessidade de ser explicado, nada mais tem necessidade de ser compreendido porque, em meu seio e em seu seio, encontra-se tudo o que é necessário para Ser.
Hoje, meu Amigo, meu Amado, sua Dimensão de Ser reencontra-se.
Em sua Vibração e em seu Templo, você reencontra sua Dimensão de Eternidade, sua Dimensão de Filho Ardente do Sol, Sol você mesmo, Sol de Eternidade, Luz eterna que nada, nada pôde apagar, que nada pôde escurecer, a não ser algumas Sombras que foram colocadas.
Mas essas Sombras nada são, porque a Luz é tudo.
Porque a Luz engloba a Sombra.
A Luz.
Meu Amigo, meu Amado, meu Filho, hoje não há mais distância.
Hoje, seu despertar chegou.
Seu despertar soou.
A hora da libertação aproxima-se para sua Consciência.
Você vai reencontrar as esferas da eternidade e sua Liberdade, a mais total, de viver, de ir onde bem lhe pareça, de não mais ser limitado de modo algum, pelo que quer que seja, ou por quem quer que seja.
Hoje, você redescobre sua Dimensão de Eternidade, porque o despertar soou.
Hoje, você redescobre sua Dimensão de Coração, que é a única Verdade, eterna, inefável.
Meu Amigo, meu Amado, a hora chegou de abri-se a mim, como eu me abro a você.
A hora chegou de tornar-se brilhante e iluminado do Interior.
A hora chegou de voltar a se tornar o farol que você era, para além da Ilusão desse mundo, para além dos jogos e das tomadas de poder que existiram.
Você está bem além disso, porque você é a Eternidade.
Você é à minha imagem, como eu sou à sua imagem.
Oh, certamente, não falo desse corpo, mas o que está para além desse corpo.
Esse corpo que é um Templo e um receptáculo que nenhuma Ilusão e nenhuma falsificação pôde alterar.
Quaisquer que sejam as aparências, você é inteiro e sempre foi inteiro.
Os véus não estão mais.
Meus Servidores bem amados vêm servi-lo, como eu mesmo venho servi-lo, porque a criação é Serviço: Serviço infinito da Luz para a Luz.
Hoje, meu Amigo, meu Amado, se você se abre inteiramente à Luz que você é, mais nenhuma Sombra, mais nenhum medo pode habitar em qualquer recanto de sua alma e de seu Espírito.
Meu Amigo, meu Amado, você é Espírito e você é Verdade.
Meu Amigo, meu Amado, hoje, hoje, abre-se para você, o inefável, o infinito e o indefinido.
Nada mais para você poderá ser confinado, fechado.
A Liberdade é total.
Acolha-me nesse Templo que é seu corpo, porque você tem necessidade de mim, como eu tenho necessidade de você, em toda Liberdade.
Eu tenho necessidade de você para iluminar aqueles de seus Irmãos e Irmãs que não estão ainda despertos.
Irradie, abra-se e desperte-se, a fim de despertar esse mundo à sua própria Luz.
A fim de reencontrar o juramento da Eternidade.
A fim de reencontrar sua Liberdade a mais total.
Meu Amigo, meu Amado, recorde-se do Um que você era.
Recorde-se do Um que você é e que será porque, de todos os tempos e de toda eternidade, você foi Um.
Viva, viva e vibre em seu Templo.
Acolha-me como eu o acolho.
Acolha, torne-se o que você é, inteiramente.
Meu Amigo, meu Amado, as Sombras foram dissolvidas, os véus levantam, inteiramente.
Nada mais poderá parar seu nascimento.
Nada mais poderá parar seu despertar e seu acordar à sua Dimensão de Eternidade.
Nada mais poderá se opor.
Nada mais poderá travar o que se revela.
Meu Amigo, meu Amado, eu o amo.
Ame a mim.
Ame a você, porque você é eu e eu sou você.
Não há mais distância.
Não há mais separação.
Meu Amigo, meu Amado, descobrindo sua Unidade você descobre a Unidade da criação.
Nós somos Um, porque tudo é Um.
Não há mais distância.
Viva isso!
Isso lhe é oferecido porque é sua doação.
E é sua herança.
E é sua Verdade.
Meu Amigo, meu Amado, seu Coração exulta à minha Presença, como eu exulto à sua Presença.
Abra as válvulas de seu Amor e de sua Alegria, porque é o que você é, em Verdade.
Nada além do Amor.
Nada além da Alegria.
Nada além do infinito e da eternidade, sem qualquer limite, sem resistência.
É isso que você é.
Torne-se a Estrela que você sempre foi.
Você se semeou e desabrochou.
Hoje, meu Amigo, meu Amado, só o que você é conta aos meus olhos.
Porque você resplandeceu sobre todos os outros que estão ao seu redor e que, talvez ainda, têm medo de despertar-se e acordar-se inteiramente.
Então, meu Amigo, meu Amado, abra seu Coração, abra-se inteiramente.
Vibre, irradie o que você é, para além da aparência, para além dos sofrimentos desse mundo.
Você tem os meios, pelo que você é, porque eu sou você, de ser inefável.
Em você, e não é uma vã palavra, brilha a beleza dos mundos, inteiramente.
Porque você é o tudo.
Você não é uma parcela do tudo.
Tome Consciência de tudo o que você é.
Eu estou em você como você está em mim.
Não há mais barreira.
Não há mais Sombra.
Tudo está iluminado.
Tudo se ilumina.
Você é Luz.
Eu sou Luz.
A Luz casa com a Luz, porque não há diferença entre sua Luz e minha Luz.
Há exatamente apenas a distância da hesitação que foi colocada por Sombras levadas e trazidas.
Hoje, isso não há mais.
Hoje, você tem a possibilidade de vivê-lo, em Verdade.
Meu Amigo, meu Amado, reencontre sua Unidade, porque é o que você é.
Brilhe.
Brilhe a Luz que é a sua.
Brilhe a Luz que o rega.
Brilhe, porque você é Fonte, como eu sou Fonte.
Entre você e eu, não faz diferença.
Entre você e eu não há escala de grandeza.
Entre você e eu deve haver identificação.
Como aquele que eu enviei disse: «eu e meu Pai somos Um».
Hoje você pode dizer: «eu e a Fonte somos Um», enfim reunidos, enfim Unificados.
Meu Amigo, meu Amado, veja para além das palavras, ouça para além da Vibração das palavras que eu pronuncio.
Sinta.
Sinta o que você é: a totalidade dos mundos.
Porque você é isso.
Nada mais e nada menos.
Você é o tudo.
Então, em você, Vibra o Universo.
Em você, Vibra a Fonte.
Reencontre, deixe desabrochar o que você é.
O que você quer que chegue à sua infinidade?
O que você quer que chegue de nefasto ao que você é?
Porque, o que você é, você sempre foi.
Então, em que uma mudança, qualquer que seja, pode modificar o que você é na eternidade?
Simplesmente, você volta a ganhar, hoje, sua pátria, sua eternidade.
Você reencontra, por afinidade, tudo o que você tem necessidade de reencontrar.
Meu Amigo, meu Amado, não coloque qualquer limite, porque eu o concebi ilimitado e sem limite.
E você é assim.
Reencontre isso e viva.
Viva o mundo que eu lhe ofereço.
O ilimitado que eu lhe ofereço.
Porque você é isso.
Meu Amigo, meu Amado, não esqueça.
Não perca nunca de vista e de Coração o que você é porque, cada dia agora, de seu tempo, é um tempo de despertar.
Cada dia de seu tempo é um instante de eternidade entre você e eu.
Entre você e todos os seus Irmãos e Irmãs.
A Luz é doação.
A Luz é Serviço.
A Luz É.
Você é, portanto, Serviço, doação, porque você é.
Meu Amigo, meu Amado, você se criou a si mesmo Graça, porque eu o criei Graça.
Vibre.
Vibração da Unidade, da Consciência Unitária onde mais nenhuma distância pode aparecer.
Insira-se em sua imensidade.
Insira-se na imensidade de sua criação.
Certamente, poder-se-ia dizer que eu sou criador e que você é criatura, mas isso, ainda, é uma visão fragmentária e parcelada da Verdade.
Certamente, esse corpo que você habita, e que é seu Templo, pelo momento, foi criado.
Mas você, puro Espírito de Liberdade, de Amor, você é criado de toda eternidade, sem início nem fim.
Porque como o que é eterno poderia ter um início e um fim?
Não.
Meu Amigo, meu Amado, abre hoje as válvulas do que você é.
Abra os olhos e abra o Coração.
Conteste todos os limites que lhe são impostos por esse mundo. Aquilo eu não o quis e você tampouco.
Esqueça.
Esqueça toda noção de falta.
Esqueça toda noção que o fecharia de novo no que quer que seja.
ó a visão de sua personalidade, que você habita, poderia fazê-lo duvidar.
Porque, meu Amigo, meu Amado, eu o criei sem dúvidas, sem Sombras, sem medos.
Você se criou como eu o criei.
Nós nos criamos.
Então, ao ateliê da criação, hoje, você deve jogar a partitura da eternidade.
Não mais ser limitado.
Não mais não ser fechado.
Irradiar sobre este mundo.
Irradiar no universo.
É isso que você se torna quando se abre.
O ilimitado, num espaço ainda limitado, por pouco tempo, por esse corpo, que vai se tornar, ele também, Luz.
Pura Luz.
Meu Amigo, meu Amado, eu lhe enviei uma multidão de seres de Dimensões diversas, de origens diversas, para assistir ao seu despertar.
Os Servidores estão aí, a fim de assegurar o Serviço deles à Luz.
Meu Amigo, meu Amado, seja plena e inteiramente o que você é.
Esqueça tudo o que é limitado e desejaria fazê-lo crer em sua limitação, crer em seu confinamento.
Nada há para crer, porque você está para além de qualquer crença.
Você é a Verdade.
Você é a eternidade.
Então, Vibre em Uníssono com seus Irmãos e suas Irmãs de outros lugares, vindos ao seu reencontro, hoje.
A Luz, sua Luz, é capaz de apagar, de superar tudo o que pôde manifestar-se limitante e de Sombra.
Meu Amigo, meu Amado, eu estou com você, porque você está comigo.
Numa ressonância de Liberdade, de Amor total, onde nenhuma condição pode inserir-se entre você e eu.
Meu Amigo, meu Amado, o canto de Amor da Terra, canto de Amor deste sistema solar vai ecoar em breve.
Isso é Alegria, porque é a eternidade.
Você nada tem a temer.
Porque, como o infinito e o eterno poderiam temer o que quer que seja?
Meu Amigo, meu Amado, você vai reencontrar em breve o conjunto de suas formas possíveis, sem estar limitado a qualquer forma, livre para ir e vir no conjunto de suas criações.
Meu Amigo, meu Amado, recorde-se.
Meu Amigo, meu Amado, o conjunto das criações de Luz está agora entre você, ao seu redor.
É tempo de não refazer mais que Um, com nós todos.
Meu Amigo, meu Amado, nós estamos aí para assistir, não assisti-lo, mas assistir a nós mesmos em seu despertar.
Despertar de sua eternidade.
Então, há apenas a acolher e aceitar, meu Amigo, meu Amado.
Terminarei por essas palavras e por esta Vibração que é o canto do meu Amor para seu Amor.
... Efusão Vibratória…
Meu Amigo, meu Amado, como talvez você saiba ou talvez não o saiba, mesmo nesse mundo, eu jamais o abandonei.
Eu mesmo tomei corpo.
Eu mesmo dei forma a um corpo, em diferentes épocas, em diferentes momentos, a fim de ver, por mim mesmo, e provar, por mim mesmo, esta Ilusão de separação, esta Ilusão de sofrimento.
Assim eu pude ver, pelos meus olhos e pela minha carne, por mim mesmo, o que você vivia.
A cada vez, o corpo que eu criava podia subsistir, nesta carne e neste sofrimento de Coração, apenas pouco tempo.
Então sim, admiro sua coragem por ter vivido, tanto e tanto tempo, nesse tempo que é limitado.
Hoje, terminou.
Meu Amigo, meu Amado, é tempo agora, não de deixar, mas fazer-me viver, em você, porque eu sou você.
Acolha.
Acolha o que você é e acolha o que eu sou.
Eu não lhe digo até breve, mas até sempre.
Porque sempre é agora e sempre.
Meu Amigo, meu Amado, é tempo agora de fazer silêncio das palavras e de banhar em nossa Presença comum.
Meu Amigo, meu Amado, para a eternidade.
... Efusão Vibratória…

_____________________

Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: www.autresdimensions.com.
Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

AIVANHOV - 12 de fevereiro de 2011

Mensagem publicada em 14 de fevereiro, pelo site AUTRES DIMENSIONS.

E bem caros amigos, estou extremamente contente por reencontrá-los e ver que temos magníficas Luzes nesta peça.
Vejo que vocês todos efetivamente purificaram o que devia ser purificado e que, agora, não há nada que se oponha para que a Luz cresça cada vez mais.
Então, eu lhes transmito todas minhas bênçãos e, para os que me conhecem, vocês sabem como procedo e, para os que não me conhecem, e bem, é muito simples, vocês vão descobrir muito rapidamente.
Então, eu os amo, eu lhes transmito todo meu Amor e, é claro, eu os escuto.

Questão: que significa sentir Vibrações ao mesmo tempo ouvindo palavras como «Ressurreição», «bem vinda em você», e sentindo ao mesmo tempo sua Presença?

Então, cara amiga, de um modo geral, como disse, eu creio, o Arcanjo Anael, não tem muito tempo, estamos cada vez mais próximos de sua Consciência.
Para muitos de vocês, isso começa a amplificar-se: a percepção Vibratória Consciente da nossa Presença.
E, entre vocês, muitos seres que seguiram os Casamentos Celestes ou que leem o que nós contamos, têm a capacidade, agora, bem real, de sentir nossa Presença.
Como isso acontece?
Vocês sabem que ativaram, muitos de vocês, aqui, certo número de Vibrações e de funções ligadas ao Corpo de Existência ou ao Corpo de Luz.
Uma dessas funções essenciais é pô-los em comunicação e em adequação Vibratória com seu próprio Corpo de Eternidade.
Esse Corpo de Eternidade tem a particularidade, agora, de construir-se, de algum modo, diretamente pelas partículas Adamantinas, ao nível de sua estrutura física.
Isso dá percepções Vibratórias, para muitos de vocês, cada vez mais sensíveis, cada vez mais perceptíveis e cada vez mais concretas e reais.
Nesta construção, é claro, temos a possibilidade, os Arcanjos, como alguns Anciões (e para outros ainda, outras pessoas que não fazem parte de suas leituras), de aproximá-los Vibratoriamente e fazê-los sentir nossa Presença.
Vocês devem compreender também que, quando estamos nos Planos Unificados da Luz, não nos comunicamos com uma só pessoa, é claro.
Nós temos a possibilidade de estabelecer, de maneira simultânea, um número incalculável de contatos Vibratórios.
É como se estivéssemos à cabeça de uma central telefônica e estabelecêssemos comunicações com vocês.
Então, é claro, cada vez mais de vocês vão, ao mesmo tempo, sentir essas Presenças, a minha como outras, que vêm, de algum modo, encorajá-los Vibratoriamente e, realmente, estabelecer um contato.
Esse contato é real, não é o mental, é a estrita Verdade.
Seja um Arcanjo, seja um dos Anciões, uma das Estrelas ou ainda outras Entidades de Luz que vêm dos Mundos Unificados.
Esta comunicação vai se tornar, para muitos de vocês, cada vez mais evidente e cada vez mais Consciente.
Quer dizer que no início, isso pode manifestar-se à noite, nos momentos de meditação e, após, pode lhes cair acima assim, como vocês dizem, inesperadamente, de algum modo, porque a construção de seu Corpo de Existência (a reconstrução, se preferem) estabelece-se também pelo Antakarana, ou seja, a Ponte de Luz que os une à alma e ao Espírito.
Por conseguinte, o Espírito manifesta-se a vocês e, no Espírito, não há separação.
Quer dizer que vocês vão ouvir cada vez mais coisas, ver também, é possível, mas o mais importante é ouvir e sentir os contatos.
É exatamente, cara amiga, o que você viveu.
Desde algum tempo, isso se manifestou, primeiro progressivamente, desde que o Sol foi liberado, desde que a Terra foi liberada ao nível do Núcleo Cristalino.
As Pontes de comunicação entre o Sol e a Terra são cada vez mais importantes e, portanto, vocês têm uma capacidade, cada vez mais real, de estabelecer comunicações Conscientes e trocas Vibratórias Conscientes com os Planos Unificados.
Eu os lembro também que os Vegalianos estão cada vez mais presentes em sua atmosfera e que algumas Embarcações Mãe (não a Frota Mariana, mas algumas Embarcações Mãe dos Mundos Unificados) começam a aparecer em seus céus, é a estrita verdade.

Questão: ver estrelas cadentes e sentir mãos sobre o corpo, a que isso corresponde?

Então, caro amigo, retornamos ao mesmo gênero de processo.
Vocês vão se aperceber, uns e outros, que, durante suas noites, terão também informações que lhes chegam sob a forma de sonhos.
Há dois tipos de informações que chegam, que não são a tradução de sua polaridade, mas que são a realidade do que se produz, atualmente, neste planeta, em sua atmosfera e nesse sistema solar, que corresponde, primeiramente, à chegada da Luz.
A chegada da Luz, vocês podem ver de diferentes modos.
Alguns já têm captado a grelha-planeta, ou seja, a chegada desta Luz extraordinária que, pouco a pouco, preenche todo o espaço.
Outros verão partículas de Luz que parecem como tocá-los.
Efetivamente, é o crescimento da quantidade de partículas Adamantinas que estão presentes na própria atmosfera da Terra.
Outros, também, vão explorar a outra vertente, eu diria, não mais a vertente da borboleta, mas a vertente da lagarta.
Então aí, que vai acontecer, naquele momento?
Aqueles terão sonhos, geralmente, de tsunamis, sonhos de água, sonhos de fogo, sonhos de transformação da Terra.
Tudo isso é efetivamente o que vocês captam, para além das nossas Presenças, no que está acontecendo, real e concretamente, sobre esta Terra.
E poder-se-ia tomar exemplos, entre vocês aqui, muito, muito numerosos.
Portanto, o único significado final, é de lhes dar vislumbres da chegada da Luz e das transformações que vive a Terra, mas também manifestar, de diferentes modos, os contatos que vocês estabelecem com os Mundos Unificados.
Há alguns, é comigo.
Outros serão visitados, eu diria, pelos Vegalianos, que começam a trabalhar (esse já foi o caso no ano passado), ainda mais precisamente, em suas estruturas físicas.
Vocês sabem, o mês de dezembro, eu disse que era um mês em que vocês viveriam períodos de purificação extremamente importantes.
O Arcanjo Uriel exprimiu-se sobre isso, era a Passagem da garganta e a Abertura da boca.
Agora, os obstáculos, as resistências que estavam presentes em vocês, para aqueles que fizeram a escolha consciente do abandono à Luz, inteiramente, colhem, em certa medida, os frutos deste abandono total à Luz que se manifesta pelos contatos, pelas Vibrações, cada vez mais físicas, e por percepções de momentos, cada vez mais intensos e longos, de passagem na Unidade, ou seja, o momento em que a lagarta, de algum modo, toma Consciência da realidade da borboleta e sua Consciência passa nessa borboleta.
Então, alguns vão sentir um cansaço, outros, eles vão sentir um sentimento de expansão e de não mais estar aí.
É necessário estar, como dizer..., atento ao que vivem, porque é naqueles momentos que as partículas Adamantinas (que obedecem a ciclos, ciclos Terrestres, mas também ciclos que lhes são próprios, a cada um de vocês) que vão aglomerar-se, aglutinar-se ao nível de suas estruturas e é necessário aproveitar desses momentos.
Então, há quem tem a possibilidade de poder aproveitar sem estar num trabalho, em ocupações.
Então estejam muito atentos, porque estes momentos são, de algum modo, momentos abençoados para vocês, para aproximá-los de sua Eternidade.
Os Casamentos Terrestres estão se vivendo.
Para os que se têm, «a par das coisas reais», vocês sabem que há irradiações que são emitidas também pela Terra.
Agora, os raios das partículas Adamantinas, os cientistas chamam-nos os raios gama.
Os raios gama vinham do céu, mas vêm também, agora, da Terra, porque a Terra despertou e se junta aos Mundos de Luz.
É a Ascensão da Terra.
Então, é claro, ao redor de vocês há sempre pessoas que vão dizer: “vivo nada, portanto, nada acontece”.
E aquelas pessoas, até o fim, infelizmente, continuarão no “nada acontece”, porque vivem nada no interior delas mesmas.
Assim que vocês começam a viver, no interior de vocês mesmos, os mecanismos de transmutação extremamente potentes que estão no trabalho hoje, é claro, vocês vão se tornar cada vez mais lúcidos sobre o que acontece sobre este mundo.
Mas aqueles que estão adormecidos, até ao último minuto não se darão conta estritamente de nada.
Tudo é uma questão de Atenção, de Intenção e isso vocês sabem.

Questão: uma noite tive a visão do número 8 repetido 3 vezes, acompanhada de um estado de graça. Aquilo corresponde a que?

Cara amiga, através das perguntas que vocês fazem, uns e outros, vocês se apercebem que vivem coisas mesmo específicas, em relação a antes.
Para muitos de vocês, há fenômenos, efetivamente, de Luz, de regeneração, de transformação e de contatos que se produzem cada vez mais.
Então o 8, repetido 3 vezes, 8 vezes 3, se sei contar, é 24, é a energia da Luz Unificada.
É também 6 vezes 4, mas é 8, 8, 8, o 8 sendo ligado ao batismo e à transformação (ou a Transfiguração ou a Ressurreição ou o Renascimento) de seu Corpo de Eternidade.
Juntamos o mesmo simbolismo que as questões feitas previamente sobre suas vivências noturnas.
Muitos de vocês, aliás, apercebem-se que as noites não são mais muito similares.
Alguns dentre vocês têm muita dificuldade para encontrar um «sono normal».
Mas porque, quando a Consciência Unificada começa a chegar, o sono não tem mais o mesmo significado que quando vocês estão na 3D totalmente dissociada.
Vocês começam, a maior parte de vocês começa, realmente, a passar na 5ª Dimensão.
São os momentos em que vocês não estão mais presentes para esse mundo.
São os momentos em que vocês se sentem desconectados.
São os momentos em que vocês vivem contatos Vibratórios ou contatos de comunicação com os Planos Unificados.
Vejam: através das perguntas, vocês são cada vez mais numerosos a viver isso, porque não tínhamos esse gênero de pergunta anteriormente e é, efetivamente, um processo para muitos de vocês, mas não façam, de modo algum, uma generalização para todo o mundo, comum a todos.
Mas é um processo que vai referir-se a cada vez mais seres despertos (que têm os chacras abertos), mas é perfeitamente normal.
É o modo, para muitos de vocês, que terão que passar da consciência fragmentada à Consciência Unificada, até um dia em que poderão se tornar, inteiramente, borboleta.
Ou sob a influência da Luz e da Onda Galáctica, ou da irradiação Solar e do 2º sol que chega, ou sob a influência da irradiação da Terra, ou ainda quando de processos diversos e variados que vão colorir a Terra e suas vidas, este ano.
Eu insisto, ainda uma vez: o mais importante, no que vocês vivem, o dia como a noite, é vivê-lo, não é tirar um significado.
O significado global, eu lhes dei.
Então, após, lá tem outro que vai ver 9, 9, 9, é ainda outro simbolismo.
Mas, o que é importante, é a vivência Vibratória.
Não é o significado ou a interpretação, porque é o mental que vai querer se prender a algo.
O importante não é o signficado.
O importante é vivê-lo.
Retenham efetivamente isso, é isso que é fundamental.
Mas recordem-se, o essencial, hoje, não é unicamente o que é visto.
O importante não são mesmo os ensinamentos.
O importante é sua vivência e a Vibração do Coração.
Se não há Vibração do Coração no que vocês vivem ou no que «seguem», é que vocês não estão no Coração.
É tão simples assim.
Muitos seres humanos têm dificuldade para compreender que a única porta de saída é o Coração, a Vibração do Coração.
Quando falo de Vibração do Coração, é uma Vibração real que gira, não é uma visão do Espírito.
É por isso que emprego a palavra, as bicicletas que giram, porque muito se perde na interpretação, nas técnicas, ao invés de viver a simplicidade do Coração.
O importante, como eu disse e como o disse Cristo: «julgar-se-á a árvore por seus frutos».
Quais são os seus frutos?
E, a cada vez que vocês vivem algo: «a quem eu sirvo?».
«Sirvo a Luz Unitária, Cristo, ou não?».
Resume-se nisso.
O resto será sempre apenas construções.
Então, as construções podem ser corretas ou falsas, mas isso não tem qualquer espécie de importância.
O importante é o instante presente e sua Vibração, sua capacidade para viver o Coração, mas não o coração/pensamento, o Coração Vibratório.
Todo o resto, eu diria, é supérfluo, é divertimento.

Questão: o que fazer quando meditar com boca aberta provoca um excesso de salivação?

Isso quer dizer que é demasiado gulosa.
Salivação, não é um jogo de palavras, salivação, quando você absorve ou engole as partículas Adamantinas, é porque há uma gulodice da Luz, como quando você vê algo que os faz salivar.
Agora o que vocês fazem com esta saliva nesses casos?
Ou ela sai, ou vocês a absorvem.
Cabe a você decidir.
Mas é um processo normal.
Da mesma maneira que dissemos que vocês podiam se nutrir de partículas Adamantinas, vocês podem também se nutrir desta salivação que não é saliva.
Aliás, se você prova esta saliva, você vai se aperceber que não é uma saliva habitual, ela é ligeiramente açucarada, porque que é ligada também às secreções do Néctar Sagrado que vaza de trás do palato.
Portanto, é melhor engolir do que lançar, hein?

Questão: tenho a impressão de ter errado a passagem da garganta, dado que sinto sempre cristalizações.

Então já, efetivamente, o Arcanjo Anael e o Arcanjo Uriel haviam dito que a Passagem da boca acompanhava-se ou de uma cristalização, ou de uma eliminação e que isso funcionava, em certa medida, ao contrário do processo normal.
É normal, dado que há uma reversão.
Para muitos, aquilo se eliminou pelo corpo, ao nível do pescoço, ao nível da garganta, a nível infeccioso, a nível de um sintoma que é ligado ao chacra da garganta.
Em contrapartida, uma cristalização, ela vai traduzir-se ao nível psicológico, mas não quer dizer que é errada.
Isso quer dizer, simplesmente, que a Luz põe na Luz o que resta a superar.
Então, se aquilo não foi vivido pela Passagem da garganta e da boca, é posto na Luz.
Quer dizer que é visto, que é localizado.
É suficiente simplesmente conectar-se, ainda mais, à Luz e deixar estas cristalizações dissolver-se.
O problema, por exemplo, para as emoções ou para o mental, é que isso quer dizer o que?
Quer dizer que ao nível da personalidade não totalmente transmutada, há ainda uma identificação da personalidade ao ego, às emoções e ao mental.
Mas vocês não são essas emoções e esse mental.
Aliás, você o percebe, dado que a forma como você fala, cara amiga, diz que você consegue vê-las, vê-las claramente, mas o que vê, quer dizer que isso não faz mais parte de você.
É tão simples assim, mesmo que está ainda aí, mas isso foi posto na Luz.
Quer dizer que surgiu sob forma cristalizada, mas cabe a você, agora, decidir não se identificar a isso, mas sim às suas Vibrações e à Vibração da Existência, das partículas Adamantinas.
É, portanto, uma transferência de Consciência, de um ponto a outro, é tão simples assim.
Em contrapartida, se querem fazer como na 3D dissociada habitual, anterior à chegada da Luz, vocês vão fazer o que?
Vão dizer: «quero desembaraçar-me disso», mas vão reforçar as emoções ou o mental em relação ao que querem desembaraçar-se.
Toda a dialética, eu diria, nesse nível, é ter confiança na Luz e pedir à Inteligência da Luz que dissolva o que deve sê-lo.
Mas não são vocês que agem, é a Luz.
Hoje, mais que jamais, toda situação em suas vidas, vocês vão fazer a aprendizagem durante este ano, desta capacidade, que vocês têm ou não, de se abandonarem totalmente à vontade da Luz e não fazer mais atuar sua própria vontade pessoal.
É aí que se vê se vocês são capazes, efetivamente, de eliminar tudo e receber a Luz, inteiramente, que ocorrerá no momento do que foi chamado grelha-planeta, ou antes, para outros, no momento das perturbações geofísicas.
Mas isso, cabe a vocês, obviamente, uma vez iluminadas, deixar essas sombras dissolverem-se por si.
Vocês não são essas sombras.
É efetivamente por isso que se veem mais do que antes.
Vocês não são nem suas emoções, nem seu mental, nem seus pensamentos.
Vocês são a Vibração do Coração, da Dimensão de Eternidade.
Todo o resto é uma Ilusão.
Portanto, enquanto estiverem identificados, de algum modo, a esta Ilusão, vocês não podem viver, por episódios ou em totalidade, a Consciência da borboleta.
Mas é o que está se estabelecendo.
Ninguém perdeu o que quer que seja.
Há, simplesmente, quem, como vocês dizem, tem um pequeno atraso na ignição, não é?
E outros que não chegam a passar a 5ª, mas isso virá.

Questão: como as pessoas atingidas da doença de Alzheimer vão viver esta transformação da Luz?

É muito diferente de acordo com cada caso, não há regra geral.
Mas, de qualquer modo, vocês vão todos a lugares Unificados.
Portanto, de qualquer modo, que tenha um Alzheimer ou que não queria a Luz, vocês viverão, de todo modo a Luz, porque não há outra alternativa, não é?
Por conseguinte, ao limite, como isso acontecerá?
Mas não há problema, porque a passagem de um estado a outro, vocês que são, como dizer..., chamados, por Miguel, as Sementes de Estrelas, os Ancoradores da Luz, que irradiaram esta Luz para o exterior, como dizia Maria, é necessário agora irradiar esta Luz.
Mas aqueles que recusam a Luz ou os que não têm a consciência (porque a consciência está noutro lugar, como a doença de Alzheimer), o processo será o mesmo, porque vocês viverão todos a Luz, que vocês queiram ou não.
Agora, obviamente, de acordo com sua capacidade de soltar, de acordo com sua capacidade de Abandono à Luz, há algumas almas que recusam a Luz por medo.
Elas viverão, pelo retorno da Luz, o mecanismo, mesmo transitório, do abandono à Luz e farão, de qualquer modo, naquele momento, a escolha lúcida e consciente de permanecer nos mundos carbonados, reencarnando noutro lugar, ou juntar-se aos mundos Unificados.
Mas efetivamente, essa passagem, que é muito breve para alguns, não para todos, será vivida com uma noção de choque, como dizia Sri Aurobindo, maior ou menor, de acordo com o trabalho efetuado.
Mas, de qualquer maneira, qual importância?
Porque, quando se fala de choque, aqui, uma vez que vocês estão do outro lado, há um mecanismo preciso que se chama, quando vocês reencarnam, o esquecimento.
Vocês não se recordam das circunstâncias nas quais morreram numa vida passada, não é?
Mas agora, é a liberação da matriz.
Vocês vão sair deste universo falsificado, comprimido, transformado.
Portanto, isso produzirá um parto, se querem, extremamente rápido, para outros, será um parto talvez mais difícil.
Mas, de qualquer modo, todos darão à luz, isso é certo.
Simplesmente, os mecanismos dessa passagem serão profundamente diferentes de acordo com a capacidade que vocês tiveram de soltar e de se abandonar à Luz.
Então, obviamente, aos que não crêem na Luz, dificilmente pode-se falar de Abandono à Luz, num primeiro tempo.
Mas, durante o choque, alguns irão mais rapidamente que outros.
Também, portanto, não se preocupem.
Ocupem-se, e como digo sempre, de sua Vibração.
Porque é por sua Vibração que vocês vão multiplicar e não por questionamentos: «como vai acontecer para isto ou aquilo?».
Quanto melhor acontecer para vocês, melhor será fácil para o conjunto da humanidade.
Questão: haverá uma continuidade de humanidade sobre a Terra ascensionada?
Mas a Terra ascensionada, a Terra que ascensiona, não está mais na mesma Dimensão.
A 3ª Dimensão será desprovida de vida, dado que a Terra não estará mais nesta Dimensão.
Se querem, é como se vocês olhassem, hoje, não sei, Saturno ou Júpiter ou Marte: a superfície lhes parece desprovida de vida, não há vestígios de vida.
Entretanto, Marte morreu?
Não.
Há outros Planos Vibratórios.
Portanto, a Consciência da Terra e sua Consciência transladarão, para alguns, nesta Terra nova ascensionada, e para outros, ela transladará ao nível de sua origem estelar ou de uma liberdade total do Corpo de Existência de ir flutuar onde quiser.
Vocês não estarão mais prisioneiros em nenhuma parte.
Portanto, dizer que haverá uma vida sobre a Terra?
Sim, mas sobre a nova Terra, não sobre a antiga Terra e, no entanto, é a mesma Terra que se desembaraça de uma carcaça, de algum modo.
A lagarta se torna borboleta, mas ela abandona o que?
A carcaça da lagarta.
É a mesma coisa para a Terra e para vocês.

Questão: um ser de Luz, quando a ele se pergunta quem ele serve, ele tem obrigação de responder? Pode eventualmente mentir?

Os demônios mentem sistematicamente.
Eles vão dizer que servem a Cristo.
Portanto, como você separa entre os que dizem verdade e os que mentem?
Com o Coração.
E bem, aí está, você tem todas as respostas.

Questão: o soltar pode se acompanhar de problemas de atenção na vida corrente? Como gerir isso quando se deve conduzir um automóvel?

Cara amiga, progressivamente e à medida que você solta e que se abandona à Luz, progressivamente, você passa na Luz.
Portanto, naqueles momentos, o mais simples é rolar no patinete, não é?
E qual ideia de tomar um automóvel quando a Consciência não está aí?
Isso me parece lógico, não?
O que você quer?
Se você está no Abandono à Luz e vive problemas de transferência de Consciência na Existência, você não pode, ao mesmo tempo, conduzir ou decidir fazer uma atividade que requeira sua atenção e sua consciência fragmentada.
E a Luz, ela não vai conduzir o automóvel em seu lugar, embora, em alguns casos, ela possa evitar-lhe um acidente, mas não é necessário generalizar, não é?
Ao volante, não é necessário fechar os olhos e dizer: «deixo a Luz conduzir».
Você terá aborrecimentos aí.
Compreendam efetivamente que a Luz os chama cada vez mais, é exatamente o que vocês descrevem, uns e outros.
Então, quando é à noite, é perfeito, vocês estão na cama, mas se estão fazendo outra coisa, o que vocês fazem?
Continuam a outra coisa ou acolhem a Luz?
Cabe a vocês saber, e não venham me dizer que é mais importante fazer isto que a Luz.
Cabe a vocês saber o que é mais importante.

Questão: os fatos históricos concernentes a Jesus são uma realidade ou não?

Mas muitas coisas foram falsificadas.
Cristo veio trazer, por seu sacrifício, a liberdade e a capacidade que vocês vivem, hoje, de realizar o estado Crístico ou o estado Ki-Ris-Ti.
Não há salvador exterior.
Por mais que vocês orem a Cristo, se vocês mesmos não estão numa dimensão de Coração, Cristo não virá salvá-los.
É você que se salva sozinho, porque Cristo, ele está dentro de vocês.
Partindo daí, todas as referências históricas (exceto, obviamente, caro amigo, se você tem a memória de sua vivência, naquele momento preciso), todo o resto, são apenas crenças e, como toda crença, não tem qualquer peso em relação à realidade Vibratória.
Vocês não definem sua realidade Vibratória pela existência de uma crença ou outra.
Que Jesus seja ressuscitado no 3º dia, que terminou sua vida na Caxemira ou no Egito ou noutro lugar, qual importância aquilo tem sobre seu estado Vibratório Interior?
Hoje, e cada vez mais, agora, insistirei sobre a utilidade de saber isto ou aquilo.
Saber que Cristo ressuscitou, saber que ele foi crucificado pelos pulsos ou pelas mãos, vai alterar algo em seu estado Interior?
Toda a questão está aí.
A resposta, obviamente, é não.
Portanto, saber se Maria Madalena foi uma grande sacerdotisa, saber se Cristo teve realmente filhos (e ele teve), qual importância isso tem em relação à sua Vibração?
Isso vai aumentar as Vibrações de seu Coração, do Sacrum ou da Cabeça?
E bem, obviamente que não.
Por conseguinte, será o mental que vai questionar, porque ele tem necessidade de definir sua realidade presente em relação a uma realidade histórica.
Esta realidade histórica é, para cada um dos seres humanos presentes de Terra, apenas uma crença.
Ou porque vocês leram nas escrituras sagradas, ou porque outras regras falaram-lhes, ou porque aquilo parece aceitável ao seu mental.
Que Jesus tenha os olhos azuis ou castanhos, o que isso muda em seu estado Interior?
Nada.
Hoje, é necessário verdadeiramente, pela agregação das partículas Adamantinas, compreender que este gênero de questionamento não fará avançar, como vocês dizem, o Schmilblick [objeto imaginário], não é?
Apenas o Coração é que faz avançar.
Efetivamente, há frases codificadas que vocês chamam, que nós chamamos, as parábolas.
Essas parábolas, elas são essenciais, porque são atemporais e nada têm a ver com o desenrolar histórico da vida de Cristo, não é?
As parábolas são Vibração.
Mas a história de Cristo, e a história de suas escrituras, nossas escrituras, foram tão transformadas, que não tem qualquer sentido cavar referências no passado.
Nós dissemos que a solução é Vibratória e ela está no instante do que vocês vivem.
Por conseguinte, enquanto consideram que há um salvador exterior, vocês não estão em seu caminho.
Em contrapartida, se consideram que Cristo representa um modelo Vibratório o qual vocês devam imitar, dado que ele disse: «o que eu faço, vocês farão bem maior ainda», «eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida», vocês não têm que seguir como um cãozinho.
Vocês têm que se tornar Ele.
É assim que os místicos tanto se identificaram ao Cristo que tornaram-se Cristo.
Assim como eu, em minha vida, identifiquei-me ao Sol: tornei-me o Sol e levei a Vibração de Miguel.
É o mesmo princípio, hoje, que vocês têm a viver.
identificação Vibratória, para além da história, é fundamental, porque ela os põe na Vibração, na Ressonância e na Verdade do que vocês vivem.
É necessário que aceitem que, cada vez mais, o mental será seu pior inimigo, porque ele vai querer, sempre, afastá-los da Vibração e que, sem Vibração, vocês nada podem viver e que a única Verdade é a Vibração do Coração ou a capacidade de acender as Lareiras da Cabeça, do Coração e do Sacrum.
Todas as referências históricas, se querem, têm uma importância para o mental, mas não têm importância em relação ao que vocês têm a viver.
A realidade, ela é Vibratória.
Quanto mais saírem da ilusão, mais vocês entrarão na Vibração e na Consciência Nova.
É esse processo que é fundamental, hoje.
O resto são apenas interrogações que eu qualificaria, cada vez mais, de supérfluas, porque os afastam da Vibração.
queles que vivem a Vibração e que vivem essas passagens na Consciência Unificada, apreendem o alcance de minhas palavras, porque é para além das palavras.
Ou vocês estão na Vibração, ou vocês estão na ilusão.
Cabe a vocês saber.

Não temos mais perguntas, agradecemos.

Então, caros amigos, fiquei muito contente por comungar com vocês.
Vejo mesmo que, cada vez mais, efetivamente, a Luz sobe e está cada vez mais presente.
É isso que permite desagregar o que resta da matriz.
É o que vocês observam por toda a parte na superfície da Terra.
Que aqueles que têm ouvidos para ouvir e olhos para ver, olhem.
Os outros nada ouvirão e nada verão e dirão que tudo está normal.
Tudo está normal, sim, porque Luz retorna.
Mas não há continuidade, há um fenômeno de descontinuidade que está se instalando sobre a Terra e ele será, cada dia que passa, cada semana que passa, cada vez mais evidente.
E recordem-se de que não é amanhã, não é em 21 de dezembro de 2012, mas é agora, e tudo acontece agora.
Quanto mais vocês estiverem centrados no Agora, no seu presente, mais vocês viverão a Luz.
Não há outra alternativa.
Aqui, o croûton chefe transmite-lhes todo seu Amor e todas as suas bênçãos.
Espero, certamente, até amanhã, eu creio.
Eu lhes digo até muito em breve.
__________________

Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: www.autresdimensions.com.
Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

O homem à imagem do sol

Quando se olha para o Sol, o que se vê em primeiro lugar é aquele disco luminoso que tem sempre a mesma forma, a mesma dimensão, e que pode ser observado, medido, filmado. É o seu corpo. Mas se se quiser estudar o que sai dele, esta luz que corre, que jorra do centro para a periferia, se se quiser saber o que ela é e até onde se expande no espaço, é impossível, isso ultrapassa a imaginação.


O ser humano é construído como o Sol: tem um corpo físico, determinado, imutável; mas acerca daquilo que sai dele – os seus pensamentos, os seus sentimentos, as suas radiações, as suas emanações – , o que é que se conhece? Pouca coisa… As pessoas têm tendência a confundir-se com o seu corpo físico, mas dentro em pouco serão obrigadas a rever todas as suas concepções e a reconhecer que só a ciência esotérica é verídica porque tem tido em conta os dois aspectos da realidade: o aspecto objetivo, mensurável, material, os fenômenos, que não deve ser descurado, mas também, e sobretudo, o aspecto espiritual, vivo, as emanações e as radiações, cuja natureza e cujo poder ainda não são conhecidos.

Um dia eu disse-vos: “Os planetas tocam-nos, o Sol toca-nos…” e vós ficastes espantados. Contudo, é verdade, o Sol toca-nos de longe através de seus raios. E nós, que somos construídos pelo mesmo modelo que o Sol, por intermédio do nosso pensamento, da nossa alma e do nosso espírito, temos poderes que se estendem até muito longe, para além dos limites do corpo físico. Do mesmo modo que o Sol age sobre os metais, as plantas, os animais e os humanos, que penetra, que aquece e alimenta, assim também nós podemos, à distância, transformar, melhorar, iluminar e vivificar as creaturas.

Mas vamos mais longe: aquele disco luminoso que vemos no céu, perfeitamente limitado, é o corpo do Sol. O que emana dele, os seus raios, são os seus pesamentos, a sua alma, o seu espírito, que vão visitar a periferia para distribuir por toda a parte a riqueza e a abundãncia. Quando estão descarregados, regressam ao Sol para se recarregar, e depois voltam a partir para visitar outras creaturas através do espaço.

No nosso corpo físico, o representante do Sol é o coração; tem as mesmas funções, a mesma actividade infatigável, e incessantemente, mesmo quando todos os outros órgãos se relaxam um pouco, ele continua o seu trabalho, pois o seu objectivo é um só: ajudar, sustentar, alimentar, edificar, reparar. Não pensa senão em dar, em ser impessoal, generoso e cheio de amor. Mas será que os humanos se aperceberam que possuem um órgão, o coração, que é o representante do Sol no seu corpo físico?

Estes raios, esta luz que o Sol envia, correspondem, portanto, ao sangue: como ele, estão cheios de tudo o que é útil, proveitoso, benéfico e salutar para todas as creaturas do universo. Este sangue, depois de ter depositado a sua carga de materiais nutritivos, reparadores, portadores de saúde, e de ter captado, em troca, todas as impurezas, regressa. Mas não regressa directamente para o Sol, para o coração, passa primeiro pelos pulmões do universo para aí ser liberto dessas impurezas. O planeta que desempenha o papel dos pulmões é Jupiter. A astrologia atribui-lhe mais o fígado, mas o fígado executa as mesmas funções noutro domínio: limpa e purifica também o organismo dos seus venenos. Em búlgaro, fígado diz-se “tcheren drob”, que se pode traduzir por pulmão negro, e pulmões diz-se “bel drob“, pulmão branco. Reparai que há uma aproximação extraordinária. Em dois domínios diferentes, ambos estão encarregues da purificação.

Se bem que a astrologia atribua vulgarmente o fígado a Júpiter, eu atribuo-o antes a Saturno. Aqui é a mitologia que pode ajudar a compreender as suas relações. Na origem, Júpiter encontrava-se no fígado e Saturno nos pulmões, mas quando Júpiter destronou o seu pai, apoderou-se do governo dos pulmões e precipitou Saturno para o fígado. Desde então, Saturno leva uma vida subterrânea, nas minas, tal como o fígado, que trabalha abaixo do diafragma, na escuridão e nos venenos.

Mas deixemos tudo isso e voltemos ao Sol. A luz que sai do Sol é, pois, o seu sangue. Estes raios, depois de terem sido utilizados pelos planetas, pelos inúmeros seres do Universo – visto que o espaço é habitado por biliões de creaturas que recebem estes raios e deles se alimentam – escurecem, perdem a sua luz, o seu calor; dirigem-se então para Júpiter, que os purifica – a Lua e Saturno participam também nessa purificação – e, finalmente, voltam ao Sol. Em seguida, depois de ela ter sido recarregada de amor, de sabedoria e de verdade, o Sol envia de novo esta força para o espaço.

No sistema solar há, pois, toda uma circulação. Ele é um organismo vivo que funciona graças ao Sol, o coração que bate e o alimenta sem cessar. Eis porque o coração foi tomado como símbolo da impessoalidade, do desinteresse, do amor: porque ocupa no homem o lugar do Sol. É seu desejo de dar que torna o Sol tão luminoso e ardente. Tirai a alguém o amor, a bondade, o desejo de ajudar os humanos, e o seu aspecto tornar-se-á mortiço, tenebroso. Reparai num homem que se prepara para ir ver um amigo que está doente ou infeliz para levar-lhe presentes, dizer-lhe palavras de consolação: o seu rosto é belo, radioso. E reparai, pelo contrário, no aspecto de um criminoso que prepara um mau golpe: ele tem um ar tenebroso, crispado, inquieto, nele já não há luz. É preciso que compreendais a linguagem. Quando mais tiverdes o desejo de esclarecer, de instruir os seres e de os ajudar, mais a luz aumenta em vós e se alarga até formar à vossa volta uma aura extraordinária, radiosa, luminosa. É o Sol que possui os verdadeiros critérios, as medidas, as leis absolutas. Por isso, eu não procuro instruir-me noutros livros, para mim o Sol é o verdadeiro livro.

E agora, não achais espantoso que o Sol, que dá, dá e irradia há biliões de anos, não se tenha esgotado?… O que vós não sabeis é que no amor divino existe uma lei segundo a qual quanto mais dais, mais vos encheis. No Universo, não há vazio. Logo que se produz um vazio, algo vem imediatamente preenchê-lo. Esta lei aplica-se em todos os planos. Se aquilo que dais for luminoso, resplandecente, benéfico, recebeis, do outro lado, elementos da mesma qualidade, da mesma quinta-essência luminosa e brilhante. Mas se emanardes sujidades, imediatamente o vosso reservatório se enche de sujidades.

O Sol é inesgotável porque, no seu desejo de dar, ele enche-se. Envia-nos os seus raios, mas ao mesmo tempo, recebe incessantemente novas energias da imensidão do Absoluto. Foi ele que me explicou um dia: “Eu estou continuamente ligado ao infinito, à Divindade, e, como tenho os mais puros desejos e pensamentos, atraio também as mais puras e luminosas energias. Aprendei comigo a tornar-vos perfeitos, inesgotáveis, infatigáveis. Tende o mesmo objectivo que eu, tende por ideal ser semelhantes a mim, trabalhar como eu, e constatareis que, quando dispendeis algumas energias para o bem dos outros, muito pouco tempo depois, de súbito, sentis-vos recarregados com novas energias.”

Como acontece isso? É misterioso, mas tão verdadeiro! Ao passo que se dispenderdes energias num propósito demasiado pessoal, levareis muito tempo a recuperar, a descansar, a restabelecer-vos, e se, por infelicidade, ficardes doentes, talvez sejam necessários meses e anos para vos curardes. As creaturas inspiradas pelos melhores pensamentos e pelo melhor ideal restabelecem-se sempre mais rapidamente.

Dir-me-eis, é claro, que é difícil realizar esta grandeza, esta superioridade do Sol… Seio-o bem; mas se, de geração em geração, os homens se aperfeiçoarem, se purificarem, se espiritualizarem, obterão pouco a pouco as mesmas qualidades que o Sol: serão infatigáveis, invulneráveis, inesgotáveis e sempre radiosos.

Trecho do livro Rumo a uma Civilização Solar – Omraam Mikhael Aivanhov – Editora Prosveta
Fonte: http://rumoaosol.wordpress.com/

video

Surya Yoga, Yoga do Sol


Que privilégio poder assistir ao nascer do sol! É por isso que a cada ano, ao retorno da Primavera, é importante que preparem-se para estes momentos. É na presença do sol que você pode introduzir a ordem e a harmonia, ele lhe dá luz, amor, paz, alegria. É a fonte que flui, que vibra, que corre … Quando você é capaz de mergulhar neste fluxo de luz, você não retrocede.

E se você chegar cedo, antes do nascer do sol, para ver a primeira luz, a aurora, pronto, você será apreendido por um sentido sagrado. É como se toda natureza comparecesse para comemorar um mistério. Você se sente obrigado a andar de maneira diferente, de modo a não perturbar a atmosfera, e isto se torna poesia. Como não desejar que todos os seres humanos possam um dia sentir essa beleza, essa pureza, e beber dessa vida abundante ?

O.M. Aivanhov

video

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

O.M.AIVANHOV - 3 de fevereiro de 2011


E bem, caros amigos, tinha-me prometido responder diretamente às suas perguntas.


Questão: você tem uma mensagem específica a dar?

Então, cara amiga, não.
A mensagem, é a mesma para vocês todos, onde quer que estejam sobre esta Terra: pensem em elevar suas Vibrações.
Quanto mais vocês elevarem suas Vibrações, menos o mental poderá intervir, menos a bicicleta [mental] poderá girar e menos ele lhes causará preocupações.
A solução, ela está na Vibração, quaisquer que sejam as questões, quaisquer que sejam as perguntas que tenham dentro de vocês.
Vocês sabem, um conjunto de coisas foi liberado sobre este planeta.
Por conseguinte, vocês têm a possibilidade, realmente agora, de se religarem tanto às partículas Adamantinas como às radiações que lhes chegam do cosmos e que são retransmitidas pelo conjunto de Forças que estão com vocês.
Portanto, a solução está aí.
Qualquer que seja a problemática, qualquer que seja a preocupação ou qualquer que seja a pergunta que há no Interior de vocês, a resposta não deve mais fazer-se a nível do mental.
Ela se faz, sistematicamente, e deverá fazer-se sistematicamente pela Vibração.
Porque é a melhor maneira de jamais enganar-se e de estar em acordo com você mesmo.
Portanto, a resposta não é uma questão de escolha ao nível da cabeça, mas, efetivamente, uma resposta Vibratória.
Aí está, por conseguinte, isso será cada vez mais verdadeiro em tudo o que vocês vão viver.
Seja para as coisas as mais simples como as coisas as mais importantes do que há a viver sobre esta Terra, não é?

Questão: por que estas dores no braço esquerdo?

Todas as percepções, por vezes um pouco dolorosas, que vocês têm atualmente, em diferentes lugares, são ligadas à passagem que teve lugar no mês de dezembro, em que houve o delírio [yoyoté de la touffe], onde a passagem do chacra da garganta ocasionou certo número de transformações.
Não se pode receber a Luz sem viver efeitos.
Esses efeitos, eles são bem reais.
Eles não concernem unicamente à Consciência.
Eles concernem também às células.
Eles concernem também ao corpo que vocês habitam.
Portanto há, necessariamente, ao nível desse corpo, reajustes que se fazem, por vezes com dores à esquerda e à direita.
Não é necessário absolutamente inquietarem-se com tudo isso.
Aí também, a resposta é Vibratória, ou seja, se há algo que obstrui na Consciência ou no corpo, basta pôr a Luz, realmente, concretamente e fisicamente, naquele lugar, por si mesmos, uma vez que a Luz está aí.
É muito simples.
Façam a experiência e aprendam a fazer isso para tudo o que se refere à sua vida.
A Luz agirá sempre e numerosos Arcanjos lhes disseram que a Luz era Inteligência.
Ela é Inteligência, mas sempre faz tudo de modo que, em sua vida, tudo se desenrole com o máximo de Luz.
Se, em sua vida, há coisas que não acontecem na Luz, é que, em vocês, há coisas que não estão na Luz, é tão simples assim.
Vocês têm acesso a tudo, com a Luz.
Absolutamente a tudo.
Agora, isso se torna um fenômeno coletivo cada vez mais verdadeiro, para cada vez mais de vocês, mas ainda é necessário que sua Consciência pare de funcionar com modos de funcionamento que são procedentes da alternância Sombra/Luz.
Todos os medos que estão em vocês, se eles não são iluminados pela Luz, vão se manifestar a vocês.
Nada há que venha do exterior.
Absolutamente tudo vem de vocês, sem exceção.
Não há qualquer responsável fora de vocês.
Quaisquer que sejam os seres que encontrem, quaisquer que sejam as circunstâncias às quais serão confrontados, desde as coisas mais simples como as coisas mais complexas, sistematicamente, se não está harmonioso, se não está fluido, se não está Luminoso, é que não há bastante Luz.
E também simples assim.
Nada vem do exterior.
Por conseguinte, se algo em sua vida bloqueia, é que a causa está dentro de você.
Ela não vem de qualquer carma ou de qualquer exterior.
Tudo volta sempre a si.
Sem exceção.
Hoje, mais que jamais, vocês serão confrontados a esta verdade primeira.
As zonas de Sombra (ou o que se manifesta que não é Luminoso em sua vida) podem vir apenas de vocês e de nenhum outro lugar.
Então, se você tem um cônjuge que lhe absorve o sangue, é “falta”, mas não há faltoso.
Digamos que isso vem de vocês.
Ali há uma falha e a falha é preenchida, é claro, pelo cônjuge ou por uma situação.
Mas não há absolutamente nada que vem do exterior, sobretudo agora que a Luz está aí.
Isso quer dizer, simplesmente, se há algo que não vai, é que há uma falha, uma resistência ou uma zona de Sombra no Interior.
Nada vem do exterior.
Enquanto vocês projetam, sobretudo agora desde algumas semanas, se projetam algo que lhes seja desagradável como um fator exterior, vocês não compreenderam a Luz.
Isso é capital a compreender, agora, a aceitar: nada vem do exterior.
Para nada serve querer encontrar um faltoso numa relação, numa situação, num carma.
Essas são explicações para mundos privados de Luz, mas vocês não estão mais privados de Luz.
A Luz está aí, inteiramente, e vocês o sabem.

Questão: como integrar o melhor possível os desconfortos físicos devidos às efusões de Luz?

Cara amiga, é muito simples.
Naquele momento, você põe a Luz onde dói.
Porque, onde aquilo dói, isso não quer dizer que há muita Luz.
Quer dizer que os processos de transmutação que se vivem no cérebro, nas células, não são localizados por um excesso de Luz no lugar onde aquilo dói, mas são ressonâncias que acontecem noutro lugar.
Vocês sabem muito bem que, se têm dor no dedo, isso não vem do dedo.
Isso vem talvez de uma vértebra, não é?
Então, o que vocês fazem neste caso?
Põe a Luz onde dói, não sobre a causa primeira onde há Luz.
É também simples assim.

Questão: o que chamam Embarcação?

As Embarcações, não vão ver de ferragem.
São Embarcações de Luz.
São disposições de Luz específica que são criadas pelo encaixe das partículas Adamantinas.
Como vocês creem que se deslocam?
Onde nós estamos?
Estamos, assim, nas terras, não importa onde?
Estamos sobre um outro planeta?
Não.
Estamos em redor do sol, e estamos em Embarcações.

Questão: pode-se dizer que uma Embarcação é um recipiente? Uma Consciência?

Perfeitamente.
Um recipiente inteligente, e nós somos o conteúdo.
Há múltiplas Embarcações.
Há também as Embarcações dos Vegalianos que, eles, estão na 3D Unificada.
É uma estrutura metal-cristalina, digamos, numa onda de forma específica.
Miguel também, em si mesmo, é uma Embarcação.
Vocês têm tendência a representar um Arcanjo numa forma antropomórfica com uma espada que atravessa o dragão, mas aquilo é uma representação.
Antes de qualquer coisa, o Arcanjo é uma Embarcação.
O que se entende por Embarcação?
Olhem o sentido primeiro da palavra Embarcação.
É o que serve para deslocar-se, simplesmente.
Nada mais, nada menos.
Na consciência humana, vocês têm tendência, logo que se fala de Embarcação, a pensar em disco voador, aquilo nada tem a ver.
Nós não estamos nas mesmas Dimensões que vocês.
A forma a mais exata possível, ao nível, por exemplo, das Embarcações de Maria e de minha Embarcação, é a forma que vocês chamam redonda.
Vocês veem o redondo, mas não é redonda.
É hexagonal.
Agora, o Arcanjo Miguel, em si mesmo, é uma Embarcação muito maior na sua Dimensão original que a minha própria Embarcação.
Miguel pode levar milhões, ou mesmo milhões de Consciências sob as asas.
Simplesmente.
Quer dizer que uma Consciência é um recipiente de Luz.
Quer dizer que uma Consciência, nos mundos Unificados, é uma Embarcação em si própria.
A Merkabah de vocês é uma Embarcação.
Por conseguinte não é necessário permanecer na definição de discos voadores.
Vocês estão muito distante de tudo isso.

Questão: como humanos podem perceber visualmente essas Embarcações?

Perfeitamente.
Aliás, elas são gravadas.
Por que?
Porque estão em Dimensões superiores, mas estão situadas ao redor do sol.
O sol é uma Porta das estrelas que foi fechada, mas, partir do momento em que, pouco a pouco desde já numerosos anos, preparamos a abertura desta Porta das estrelas, a interação que vocês veem com sua tecnologia e nossa Dimensão original torna-se visível.
É uma interpenetração das Dimensões.
Como é exatamente o que se produz, atualmente, com as partículas Adamantinas, com a minha Presença no interior dessa Embarcação?
A única diferença é que seu veículo, que vocês chamam o corpo, quando se está encarnado, não é mutável.
Ele vai de um ponto que é chamado o nascimento até à morte.
As Embarcações multidimensionais, que se refiram à nossa Consciência ou a Consciências montadas, como os 24 Anciões, são formas mutáveis.
Nós não estamos fixos numa forma, contrariamente a vocês.

Questão: em que as visões dolorosas de médiuns correspondem a uma realidade?

Caro amigo, eu repito que disse, uma visão, mesmo no ser mais conectado, partir do momento em que há visão, ou seja, vista, revelação de imagens, ela se refere sempre à matriz astral.
Quando se penetra o Coração, não há mais visão, há percepção direta.
A percepção direta é um conhecimento imediato.
As visões, os maiores profetas tiveram.
Mas será que, contudo, esta trama astral deve realizar-se?
Uma vez que esta trama astral está totalmente retalhada, então obviamente que há sofrimento.
Obviamente que há coisas horríveis que se produzem, ainda hoje, sobre Terra e não terminou.
Mas quem é responsável?
É porque estava nas profecias?
É a Luz ou é a Sombra?
É sempre o mesmo problema.
Enquanto vocês adotam um ponto de vista exterior, vocês permanecem no exterior, vocês não estão no Interior de vocês mesmos.
É este aprendizado que vocês devem realizar.
Então, é claro que, quando vocês estão no Interior, vocês percebem, pelo Coração, muitas coisas.
Mas, eu repito, nós lhes dissemos desde numerosos meses, ou mesmo quase um ano, que tudo estava acelerado, a Luz tinha antecipado.
Havia um calendário que estava estabelecido.
Nós transcendemos e antecipamos, pela presença da Luz, tudo isso.
Agora, se sua projeção nas profecias permanece, vocês vão atrair para vocês todas as coisas desagradáveis que podem ser vistas ou lidas.
O mais importante, uma vez mais, são vocês mesmos no Interior de si mesmos.
Vivam, aproveitam da vida, no Coração, é claro.

Questão: foi dito numa canalização recente que, a partir agora, todo indivíduo poderia projetar exteriormente a própria Luz.

Perfeitamente.
Da mesma maneira que eu disse que vocês podem enviar a Luz sobre uma zona que dói.
Ponha na Luz o que você quer ver se realizar.
Não aja com o mental unicamente, não aja com o desejo, não aja com a vontade, mas aja com a Luz.
Aí está o que isso quer dizer.
A projeção da Luz é isso: pelo Coração, pela Vibração.
Ponha a Luz sobre o que é sua vida, é claro, seu ser Interior, mas o que se desenrola no exterior de você, de modo que, aquilo também, aquilo faça parte de você e se torne luminoso.

Questão: isso pode ser também projetar a Luz sobre outra pessoa?

Perfeitamente mas, aí, você estaciona.
Explico-me.
Imaginem que há alguém, pouco importam as relações ou as não relações que vocês tenham com ele, e que esta pessoa esteja na Sombra e que tenha Sombras predominantes, vai-se dizer, e você põe a Luz.
O que acontece?
Aquilo não vai tornar-se Luz.

1a etapa: as Sombras vão surgir.
É exatamente o que aconteceu, durante o mês de dezembro, por toda a parte sobre a Terra, com seres cujas Sombras foram manifestadas, de maneira violenta, pela iluminação da Luz.
Portanto, sim, sobre seres humanos, mas atenção, você não pode, de maneira banal, dar este Amor e esta Luz àqueles que têm zonas de Sombra e que recusam a Luz.
Porque, quanto mais vocês estiverem no Amor e na Luz com seres que (inconscientemente mesmo, não é o problema) recusam a Luz, mais eles vão ficar violentos.
E com vocês, como por acaso.
Portanto, no que se refere à sua vida sim, mas sobre os seres humanos, eu os preveni: a Luz, o que faz?
Ela faz se dar conta, ela faz tomar consciência de que havia confinamento, mas será, contudo, que a Luz está lá?

Questão: como pôr na Luz o que vem de nosso passado sem escavar esse passado?

Não há necessidade de escavar, há simplesmente necessidade de se rememorar.
Vocês todos têm consciência, hoje, do que representaram seus bloqueios na sua vida, mais ou menos.
Vocês sabem o que fizeram mal.
Então, obviamente, há quem vá dizer: sim, mas há coisas que são inconscientes.
Mais perfeitamente.
Porque, hoje, paradoxalmente, ainda que a memória do momento esteja desaparecendo, vocês têm todos, ainda que ainda não tenham tomado consciência, lembranças que voltam a subir com relação a esses sofrimentos do passado.
É aquilo que é necessário iluminar.
Por conseguinte, não vale a pena ir fazer uma investigação mental ou regressões ou técnicas, não sei como, para ir descascar os processos.
Vocês têm todos, ou imagens, ou visões, ou emoções que correspondem às suas feridas.
Então, obviamente, a Luz faz o trabalho, mas, se vocês têm necessidade de descristalizar, podem pôr a Luz sobre as circunstâncias.
Que é que vai fazer esta Luz?
Vai desconectá-los.
Porque, quando nós somos humanos, somos o resultado do nosso passado.
Somos o resultado de nossa vivência.
É que cremos.
A única maneira de ser livre, é mais não mais ser o resultado do passado e da vivência, é estar alinhado, como dissemos, uns e outros, no instante presente.
Porque, no instante presente, não há lugar para o instante passado.
São as zonas de Sombra que se instalam no presente que lhes deterioram a vida.
Portanto, não há necessidade de mergulhar.
Se ali tem uma cena, uma imagem, uma emoção, algo que volta a subir, sirva-se daquilo.
Vocês estão todos conscientes disso.
Não há necessidade de ir descascar (porque isso os faz ir no passado) os mecanismos precisos.
É um conjunto de coisas que é necessário tratar.

Questão: iluminar esse passado, não é somente enviar uma intenção mental?

Certamente não.
É abrir o seu Coração, pôr Amor onde….
Exatamente, é unicamente isso.
Enquanto passar pela cabeça aquilo não puder curar, aquilo reforça.

Questão: então é necessário esquecer as causas transgeracionais ou hereditárias e unicamente pôr a Luz?

Para os seres abertos ao nível do Coração e que sentem as Vibrações, sim, é completamente possível.
Completamente.
O que é impossível para um ser que não abriu, é claro, a Coroa do Coração ou os outros chacras.

Questão: estou consciente de uma patologia transgeracional, no entanto ela existe sempre. Por que?

É muito simples, porque o transgeracional, efetivamente, não está sempre presente na memória, de ir procurar o pai, a avó, a bisavó, ou a tataravó que manifestou e encarnou no DNA o problema.
Nesse caso, o que você faz?
Você não vai voltar a mergulhar nas memórias e na história da família.
Não se esqueça de que a Luz é inteligente.
Você diz: aí está, ao nível hereditário, ou seja, no meu DNA, ao nível transgeracional, há meu tremor que vem dali; eu envio a Luz sobre a linhagem.
Não há necessidade, nesse caso, de ter as imagens ou a história, histórico preciso.
O trabalho do Coração, nisso, pode ser suficiente, mas é necessário fazê-lo.
Não se tem necessidade, quando são coisas que sobem de várias gerações, de ir ver.
Jesus, por exemplo, caçava os demônios desde 7 gerações.
Será que ele foi ver a história da pessoa?
Absolutamente não, absolutamente não.
A Luz é Inteligência suprema.
E se isso não funciona, o que está em causa?
É a Luz?
Não.
Jesus disse também: «homem de pouca fé».
Isso os remete sempre a vocês mesmos.
Sempre.
Isso os remete a que?
Não é a culpa, o que eu digo.
É a responsabilidade e a Liberdade.
É mesmo profundamente diferente, não é?
Ser responsável é ser Livre.
Vocês todos viveram, em graus diversos, nos meses ou nos anos precedentes, enfrentamentos perante algumas situações que os remeteram a iluminações do que vocês eram, a feridas que não estavam apagadas, a vivências que não estavam transcendidas.
Todos, sem exceção, e é lógico. É a ação da Luz.

Não temos mais perguntas. Agradecemos.

Bem, vai ser tempo de lhes dizer adeus e talvez até uma próxima vez.
Então eu lhes digo, de qualquer modo, até breve.
Todo meu Amor os acompanhe.
_____________________

Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: www.autresdimensions.com.
Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com

TEMPO ACELERADO

Pequena consideração sobre o Tempo


O Tempo consciencial em sua versão digital/linear está senso acelerado ao máximo para permitir às pessoas a percepção do seguinte: a necessidade de diminuir a quantidade de ‘atividades’ e de ‘compromissos’ tridimensionais.

Quanto mais “tiverem o quê fazer”, menos tempo terão para dar conta disso. E os efeitos vocês já conhecem: irritação, frustração, raiva, revolta, etc.

Essas pessoas serão quase que ‘obrigadas’ a selecionar seus “afazeres” 3D. Só assim serão capazes de perceber a inutilidade de uma enorme quantia deles. Alguns conseguirão. Outros, não.

No caminho paralelo, do Tempo real, as pessoas estão tendo todo o tempo necessário para realizar seus verdadeiros compromissos e afazeres, que se mostram ser o que realmente importa. E são poucos, acreditem.

O tempo-que-ainda-sobra tem servido para essas pessoas usufruírem a beleza e a alegria da Vida Real, especialmente junto à natureza e longe dos shoppings...
Portanto, não há o que reclamar do tempo acelerado. Apenas, entender, para ‘não perder tempo à-toa’.
 
Anthar  - http://eterno-agora.blogspot.com/2011/02/tempo-acelerado.html
 
 
E ainda, conforme Leonardo Boff, em "Tempo Acelerado", sobre a Ressonância de Shumann:


Não apenas as pessoas mais idosas mas também jovens fazem a experiência de que tudo está se acelerando excessivamente. Ontem foi Carnaval, dentro de pouco será Páscoa, mais um pouco, Natal. Esse sentimento é ilusório ou tem base real?

Pela ressonância Schumann se procura dar uma explicação. O físico alemão W.O. Schumann constatou em 1952 que a Terra é cercada por um campo eletromagnético poderoso que se forma entre o solo e a parte inferior da ionosfera, cerca de 100km acima de nós. Esse campo possui uma ressonância (dai chamar-se ressonância Schumann), mais ou menos constante, da ordem de 7,83 pulsações por segundo.

Funciona como uma espécie de marca-passo, responsável pelo equilíbrio da biosfera, condição comum de todas as formas de vida. Verificou-se também que todos os vertebrados e o nosso cérebro são dotados da mesma frequência de 7,83 hertz.

Empiricamente fez-se a constatação de que não podemos ser saudáveis fora dessa frequência biológica natural. Sempre que os astronautas, em razão das viagens espaciais, ficavam fora da ressonância Schumann, adoeciam. Mas submetidos à ação de um simulador Schumann recuperavam o equilíbrio e a saúde. Por milhares de anos as batidas do coração da Terra tinham essa freqüência de pulsações e a vida se desenrolava em relativo equilíbrio ecológico. Ocorre que a partir dos anos 80, e de forma mais acentuada a partir dos anos 90, a freqüência passou de 7,83para 11 e para 13 hertz.

O coração da Terra disparou. Coincidentemente, desequilíbrios ecológicos se fizeram sentir: perturbações climáticas, maior atividade dos vulcões, crescimento de tensões e conflitos no mundo e aumento geral de comportamentos desviantes nas pessoas, entre outros. Devido à aceleração geral, a jornada de 24 horas, na verdade, é somente de 16 horas. Portanto, a percepção de que tudo está passando rápido demais não é ilusória,mas teria base real nesse transtorno da ressonância Schumann.

Gaia, esse superorganismo vivo que é a Mãe Terra, deverá estar buscando formas de retornar a seu equilíbrio natural. E vaiconsegui-lo, mas não sabemos a que preço, a ser pago pela biosfera e pelos seres humanos. Aqui abre-se o espaço para grupos esotéricos e outros futuristas projetarem cenários, ora dramáticos, com catástrofes terríveis, ora esperançadores, como a irrupção da quarta dimensão, pela qual todos seremos mais intuitivos, mais espirituais e mais sintonizados com o biorritmo da Terra.

Não pretendo reforçar esse tipo de leitura. Apenas enfatizo a tese recorrente entre grandes cosmólogos e biólogos de que a Terra é, efetivamente, um superorganismo vivo, de que Terra e humanidade formamos uma única entidade, como os astronautas testemunham de suas naves espaciais. Nós, seres humanos, somos Terra que sente, pensa, ama e venera. Porque somos isso, possuímos a mesma natureza bioelétrica e estamos envoltos pelas mesmas ondas ressonantes Schumann.

Se queremos que a Terra reencontre seu equilíbrio, devemos começar por nós mesmos: fazer tudo sem estresse, com mais serenidade, com mais harmonia, com mais amor, que é uma energia essencialmente harmonizadora. Para isso importa termos coragem de ser anticultura dominante, que nos obriga a ser cada vez mais competitivos e efetivos. Precisamos respirar juntos com a Terra, para conspirar com ela pela paz.

Leonardo Boff

O gato e o guru

Conta a tradição que, na Índia antiga, existia um Guru que costumava se reunir com seus seguidores para orar e também para ajudar os mais necessitados que os procuravam. Assim procediam em todas as suas reuniões.

Ocorre que o Guru tinha um gato. Assim, sempre que todos se reuniam, o gato começava a se enroscar nas pernas dos que ali estavam presentes, perturbando a concentração. Diante do problema, o Guru decidiu amarrar o gato numa árvore. Dessa maneira, sempre que se reuniam para as meditações, amarravam o gato na árvore.

Passou-se o tempo. Morreu o Guru. Assume um outro em seu lugar, e continuava o gato amarrado na árvore. Morreu o gato. Como já estavam acostumados a se concentrar com o gato amarrado na árvore, preocuparam-se em arranjar outro. Passou-se o tempo. Morreu o gato. Arranjaram outro gato. Morreu o Guru, mas lá continuava o gato.

Muitos anos depois, essa seita estava discutindo somente os temas referentes ao tipo de gato sagrado que deveria estar amarrado na árvore; qual acorda sagrada com qual deveriam amarrar o gato? A raça do gato sagrado. Em qual tipo de árvore sagrada se deveria amarrar o gato sagrado etc.

Ou seja, tinham confundido completamente o essencial com o acessório. Não tinham tempo para receber os pobres, os miseráveis, para orar e meditar, porque o importante era discutir a cor do gato, tipo de corda etc.

Nos tempos atuais, o que fazem as religiões e o que discutem os seus aspectos? Não se pode vestir de preto. Não se pode comer isto ou aquilo. Temos de nos voltar para Meca; Temos que fazer determinados tipo de sinais religiosos. Católico que é católico não deve ler livros espíritas. O verdadeiro protestante não pode participar disto ou daquilo. Espírita que é espírita não joga nas loterias. Tal religião é verdadeira – as outras são equívocos cometidos por alguém. O Deus dessa religião é o real. E continua a humanidade a discutir as cores do gato, o tipo de corda e de árvore, esquecidos, no entanto, do essencial que é “o amai-vos uns aos outros” pois tudo o mais nos será dado por acréscimo.

Federações, confederações religiosas, estatutos formalistas, opiniões dogmáticas, purezas doutrinárias, autoridades terrenas em detrimento das “espirituais”, orgulho intelectual, agressões à sensibilidade alheia etc., são marcas do nosso cotidiano e, passamo-se vidas e mais vidas, e os espíritos que ciclicamente reencarnam na Terra repetem-se nas suas fragilidades íntimas, exteriorizando sempre o fruto do seu primitivismo espiritual, independente da religião que abracem, pois nenhuma há que transforme alguém no que ele ainda não é.

Texto extraído do livro Recado Cósmico
Editora Zian. Jan Val Ellam

Outra versão em http://www.yogabrasil.org/cultura-indiana/contos-indianos/888-o-gato-ritual.html

Mas não é que monges são apaixonados por gatos!!!





DESCONECTE PARA CONECTAR

Acredite ou não, este vídeo é um comercial, sim, emitida na distante Tailândia. Você não precisa de palavras para entender a importante mensagem transmitida ...
Te atreves a desconectar??!
video

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

MARIA - 3 de fevereiro de 2011

Eu sou Maria, Rainha dos Céus e a Terra.
Meus filhos bem amados, eu volto para vocês, como anunciei em dezembro, no fim desta etapa de Reversão, de passagem que vocês viveram, terminando pela Abertura da boca.

Hoje, gostaria de atrair sua atenção para diversos elementos.

O primeiro desses elementos é que vocês devem estar cada vez mais lúcidos e vigilantes sobre o conjunto das manifestações de Consciência e Interiores que vivem, porque inúmeras informações ser-lhes-ão comunicadas desta maneira.

Por suas percepções Vibratórias, por suas expansões de Consciência, por seus sonhos também, inúmeras coisas essenciais ao seu futuro e à sua evolução lhes são comunicadas deste modo, pela Luz.

Hoje, inúmeros de vocês percebem e sentem nossas Presenças, a minha como tantas outras, de Luz, estando ao lado e próximas de vocês, traduzindo nosso reencontro próximo e iminente em seus Céus e em sua Consciência.

Tornem-se, portanto, cada vez mais lúcidos e cada vez mais atentos aos sinais que se manifestam a vocês, qualquer que seja a forma como se manifestam.
Esses sinais são marcadores de Luz dados no que vive a Terra para que, em sua Consciência, desenvolva-se em vocês uma percepção cada vez mais refinada do que é da ordem da Luz, da Unidade, do Amor e do que não é.

O segundo ponto sobre o qual gostaria de chamar sua atenção é estarem atentos também, da mesma maneira, para manifestarem e veicularem seu Amor.

Irradiando o que vocês são, alinhando-se com vocês mesmos, acumulando as partículas Adamantinas em sua estrutura corporal, física, vocês vão permitir à Luz resplandecer e manifestar-se ao redor de vocês.
Então, é claro, alguns seres não estão prontos para ver esta Luz. 
Não se inquietem, não se ofusquem.
Isso faz parte da ordem natural das coisas.

É-lhes pedido, sempre, não julgarem e continuarem a Amar incondicionalmente, a irradiarem que o que vocês são, sem nada deixarem transparecer além da Luz.

Hoje, vocês têm esta capacidade nova para irradiar a Luz, manifestá-la em sua vida exterior, e não unicamente em sua Consciência.

Nós temos necessidade de sua Luz para que a Luz estabeleça seu reino sobre esta Terra e permita a esta efetuar seu último salto de Consciência e realize, o mais rapidamente possível, sua transformação final, permitindo evitar e desviar certo número de elementos dolorosos, porque esses elementos dolorosos não são absolutamente inevitáveis.
Eles são, de fato, função da rapidez do estabelecimento da Luz em seu mundo dissociado, a fim de permitir-lhe terminar, o mais rapidamente possível, com a Ilusão e as diferentes formas de manipulações.

Assim, não se alarmem com o que acontece no mundo, como em seu ambiente, mesmo o mais próximo possível, porque tudo concorre para o desvendamento da Luz e para a instalação desta Luz.

Não julguem as reações de seus próximos, não julguem aqueles que se opõem à Luz.

A única coisa que se opõe, hoje, de fato, é o medo.
Porque, para alguns seres, a Luz é uma incógnita e dá medo.
Assim como as Embarcações de Luz podem dar medo, porque há irrupção, em sua realidade, de uma realidade outra, profundamente diferente da que foi vivida até o presente pela humanidade.

Então, continuem a permanecer alinhados, continuem a permanecer na Alegria e a Vibrar em seu Coração, para que esta Luz transpareça, ainda uma vez, e estabeleça-se, de próximo em próximo, ao redor de vocês, ao mesmo tempo que em vocês.

A hora chegou de portar a Luz, não mais unicamente semeá-la, ancorá-la, mas difundi-la, irradiá-la.

Pensem Luz, pensem Amor, a cada sopro de sua vida.
Sua vida deve ser preenchida de Luz, em seus atos, em seus pensamentos, em seus comportamentos, em suas relações, quaisquer que sejam.

Não julguem, porque o julgamento é oposto à Luz.
O julgamento pertence ao seu mundo, a Luz não é desse mundo.

Hoje, vocês manifestam um novo mundo em vocês, traduzindo-se, em vocês, por percepções, como eu disse, mas também por tudo o que vocês observam de transformações no planeta.

Os elementos, isso lhes foi anunciados pelo Senhor Metatron, entraram em manifestação cada vez mais intensa.
Nada há de dramático nem de oposto à Luz.

Isso corresponde ao estabelecimento de uma nova estabilidade, uma nova Verdade, para sua transformação também, em sua nova Consciência, de seus novos corpos e de sua nova Unidade, enfim reencontrados.

Estejam atentos aos sinais que lhes são enviados pela Luz.
Estejam atentos às suas próprias manifestações de Consciência, às suas próprias Vibrações porque traduzem, em Verdade, o que vocês vivem.
Tudo está em harmonia.

A Luz segue o seu plano e o desenrolar da instalação da Luz sobre a Terra.
E a Ascensão da Terra segue um ritmo harmonioso.
Nada é desarmonioso.
Apenas o olhar da personalidade é que, por vezes, verá Sombra no que não é Sombra, mas uma iluminação nova do que estava ainda escondido, falsificado e manipulado.

A Abertura da boca, tal como lhes foi recomendada, e a absorção das partículas Adamantinas de Luz, é o caminho o mais rápido que conduz à sua transformação final e à transformação final da Terra.

Alguns de vocês, mais avançados que outros, vivem já, nos seus dias, momentos importantes, intensos, mais ou menos longos, de retorno à sua Unidade.
Alguns podem chamar isso de fadiga ou ainda o fato de sentir-se noutro lugar.
De fato, o que se instala é sua nova Dimensão de vida, nada mais.

Vocês têm apenas que seguir o movimento, não se opor, não resistir, permanecer no Amor, na Verdade, na Luz, para que a obra transmutação final realize-se, para o melhor, em vocês, como para esta Terra.

De sua qualidade de alinhamento e de sua qualidade de paz resultará a paz da Terra, fazendo com que os sobressaltos finais sejam momentâneos e não durem.

Tudo depende de vocês e tudo depende da Terra.

Nós fizemos, nós, o nosso trabalho.
Nós continuamos a nos aproximar de vocês.
Aproximamo-nos, mais privilegiadamente, daqueles que estão mais abertos, a fim de fazê-los sentir e ressentir nossa Presença ao redor de vocês e em sua Consciência.

Alguns de vocês têm faculdades maiores para entrarem em contato com seus Irmãos do espaço, da Luz Unificada.
Outros, comigo mesma ou uma de minhas Irmãs, e outros ainda com os Anciões.
Isso é completamente natural e espontâneo, respondendo assim à Luz que vocês emitem, vocês mesmos, e a Luz a que se tornam.

Nós temos dito longamente que as franjas de interferências, chamadas mundo astral, tornavam-se cada vez mais finas.
Hoje, os contatos estabelecem-se de maneira cada vez maior, cada vez mais importante, seja em vocês como em seus Céus.

A 3ª onda, como foi chamada por diferentes Arcanjos, de manifestação das Forças da Luz, em seus Céus, amplifica-se e amplificar-se-á cada vez mais.
Isso não deve perturbá-los além medida porque corresponde, pelo fenômeno de simpatia e de ressonância, à resposta da Luz à sua luz.
A Luz reencontra a Luz.
A Sombra revela-se, desmascara-se, certamente com mais ou menos dificuldade, de acordo com as Consciências.

Mas recordem-se de não julgarem, porque aqueles de vocês que rejeitam a Luz não estão numa rejeição formal, mas mais num medo ou numa manifestação do ego que recusa se deixar transformar.
Não se atrasem nisso.

Continuem a irradiar, continuem a Ser, continuem a Amar.
Porque é no Amor que vocês realizarão, ao redor de vocês, seu paraíso.

Quaisquer que sejam, hoje, as circunstâncias difíceis, para alguns de vocês, perante seus ambientes, familiares, profissionais, afetivos, não julguem.
Porque eles também se transformarão.
Porque eles também, em definitivo, aceitarão a Luz, mesmo se não são capazes de integrá-la e viverem uma transformação que eu qualificaria de harmoniosa.
Esta transformação terá lugar de qualquer modo, não pode ser diferentemente, uma vez que a Terra ascensiona.

Agora, eu repito, não procurem data.
Todas as datas as mais importantes são aquelas de nossos encontros, as que nos permitem efusionar a Luz, em especial o Arcanjo Miguel e, muito em breve, Senhor Metatron, que lhes darão encontros precisos a fim de focalizar sua Luz e nossa Luz, a fim de realizar um reencontro de Luz.

Além disso, os acontecimentos da Terra seguem o seu ritmo.
Eles chegaram agora.
Estão aí.
Não estão às suas portas.
Vocês estão nos tempos do fim e da transformação.
Este fim deve ser um regozijo, porque é um novo nascimento.
É, como dizia o Comandante dos Anciões, a Passagem da lagarta à borboleta.
Então, do que vocês teriam medo?

Não transmitam qualquer medo, porque aqueles que os olham e os observam, com apreensão, ao redor de vocês ou com curiosidade, olham-nos verdadeiramente e esperam ver o que emana de vocês, para aderir, sempre em maior número, à Luz.

De fato, a Luz é contagiosa.
Assim, quanto mais vocês forem numerosos a irradiar esta Paz, esta Luz, este Amor, mais o número de seres humanos capazes de transcender seus medos será mais importante, favorecendo, assim, a ascensão da Terra que está em curso, eu os relembro.

Inúmeros sinais serão cada vez mais visíveis, sobre a Terra como nos Céus.
Inúmeros sinais serão cada vez mais perceptíveis, em sua Consciência.
Eu repito, isso é completamente normal, lógico e corresponde ao resultado de um processo iniciado, para vocês, desde certo tempo.

Aí está: os tempos chegaram, os tempos estão aí.
Nós estamos com vocês.
Nós nos aproximamos sempre mais próximos, em Consciência e em nossas Embarcações de Luz, de sua Dimensão.

Nós perfuramos os Planos, perfuramos os mundos Dimensionais, a fim de aproximar de sua Dimensão dissociada.
As vanguardas da Frota, em especial Vegaliana, Pleiadiana e Arcturiana, estão agora presentes em sua atmosfera.

As Embarcações-mãe aproximam-se.
Elas lhes são perceptíveis pelos contatos que estabelecemos.
Elas serão em breve visíveis em seus Céus.
Isso está em curso.

O desvendamento final está em curso.
Ele segue uma lógica, segue um desvendamento, na Paz, da Luz.

Recordem-se também, como eu repito, como inúmeros Anciões disseram: a Luz é Inteligência.

Confiem na Luz, abandonem-se a ela e ela resolverá todos os seus obstáculos, todas as suas problemáticas.

A Luz está ativa, hoje mais que nunca, nesta Terra, em sua Consciência, mas ela pede sua confiança, pede sua Paz, pede sua fé Interior, a mais nobre e a mais pura, na ação da Luz em suas próprias vidas, quaisquer que sejam os aspectos.

Se uma dificuldade surge, que esteja no corpo ou que esteja em seu ambiente, o apelo da Luz nivelará todas as dificuldades.
Vocês devem fazer isso em confiança e em Consciência, porque é a estrita Verdade da ação da Luz.

Sei que vocês têm, em algumas semanas, um encontro importante com o Arcanjo Miguel (ndr: 28 de fevereiro às 17 horas – 14h em Brasília).

Em função desse trabalho, ele mesmo anunciará nosso próximo encontro, de maneira formal, para que eu mesma e o conjunto das minhas Irmãs realizem, pela primeira vez na Terra, a Radiância das 12 Estrelas de Maria e de mim mesma.
Isso lhes será anunciado, no final de fevereiro, pelo Arcanjo Miguel.

Esse grande momento será um momento de renovação, como a primavera que se instala [na França].
Ele traduzirá sua elevação, ainda maior, na Luz e na Verdade.
Pouco a pouco, as dificuldades persistentes, em suas vidas, ou no exterior, em seu ambiente, nivelar-se-ão.

Essa é a ação normal da Luz.
Não pode ser diferentemente.

Tenham confiança na Luz.
Tenham fé no que vocês são.
Tenham fé em sua Dimensão de Sementes de estrelas, ainda que não tenham ainda acessos a esta Dimensão de Eternidade.

O conjunto das manifestações que se apresentam a vocês, cada vez mais, é a tradução do acesso à sua Eternidade.
Isso se produz agora.
Isso se produz, para cada um, em seu próprio ritmo e em sua própria capacidade de abandono à Luz.

Uma nova etapa foi cruzada.
Ela deveria permitir, para inúmeros humanos, viver cada vez mais facilmente esses processos que vocês mesmos têm vivido já desde numerosos anos.
A hora é verdadeiramente para isso.
Então, quaisquer que sejam os acontecimentos, sobre esta Terra ou em seu ambiente, permaneçam centrados em seu Coração.

Cada minuto, cada sopro de sua vida deve ser, em Consciência, levado sobre seu Coração e sobre a Vibração do Coração.

Obviamente, a ativação da Cruz de sua cabeça, pela Merkabah interdimensional, reforça doravante, como vocês sentiram, sua Vibração do Coração e a Vibração de seu sacrum.

As 3 Lareiras estão doravante extremamente ativas sobre a Terra, como para um número cada vez mais importante entre vocês.
Então, tenham confiança, o que quer que aconteça, o que quer que lhes digam suas mídias, o que quer que vocês percebam em seu ambiente.

A Luz ganhou, isso vocês sabem.
Ela se estabelece agora em toda justiça e em toda Verdade.

Aí estão as algumas palavras que tinha a lhes dar.
Essas palavras são encorajamentos para sempre mais Luz, sempre mais Verdade e sempre mais Amor em sua vida e ao redor de vocês.

Amem-se a si mesmos.
Amem a vida, amem os seres, quaisquer que sejam: humanos, animais ou vegetais.

Façam tudo com Amor e pelo Amor.
Façam tudo com a Luz, acompanhados da Vibração de sua Consciência e tudo desenrolar-se-á em conformidade com seu estado de Consciência.

A Luz não pode ser tocada pela Sombra.
Se as Sombras que apareceram em vocês dissolvem-se, então, não arrisquem mais nada; simplesmente, viver a Alegria de maneira cada vez maior e os contatos conosco cada vez mais formais e sensíveis.

Aí estão as algumas palavras que tinha a lhes dar essa noite.
Se há perguntas em relação a isso, gostaria de tentar trazer uma iluminação complementar.

Questão: qual é o papel dos Vegalianos, dos Pleiadianos e dos Arcturianos?

Os Vegalianos, como sabem, intervêm em cápsulas individuais, permitindo, por sua própria presença no ambiente de vocês, difundirem a Luz ao mais perto de vocês.

Os Pleiadianos desempenham sensivelmente o mesmo papel, mas intervêm em Embarcações maiores que as cápsulas Vegalianas.

Quanto aos Arcturianos, eles estão aí, eles, em processos bem precisos chamados evacuação.
Eles intervirão, no momento necessário, para aqueles de vocês que decidiram guardar esse corpo e que têm a capacidade para isso no plano Vibratório.
A intervenção deles aproxima-se de vocês, mas ela não está ainda na ordem do dia.

Mas são, com efeito, as 3 origens estelares que estão no trabalho, pelo momento em sua Dimensão.

Não temos mais perguntas, agradecemos.

Bem amados Filhos da Luz, todo meu Amor de Mãe os acompanha.

Nosso próximo encontro formal lhes será dado pelo Arcanjo Miguel, quando ele intervier.
Este será certamente durante o mês de março, em um momento que seja ajustado o melhor possível às circunstâncias planetárias, às circunstâncias solares e às circunstâncias cósmicas e galácticas.

Quanto a mim, meu Amor de Mãe os acompanha.

O conjunto da Confederação Intergaláctica dos Mundos Livres e Unificados está doravante com vocês, em seu próprio parto e o parto desta Terra.

Nós lhes transmitimos toda nossa Paz, todo nosso Amor.
Que a Verdade os invada e que vocês se tornem o que são, para além da manipulação desse mundo: seres de pura Luz.

Eu lhes digo até muito em breve.

_____________________
Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: www.autresdimensions.com.

Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com